conteúdo da página

Seu tempo

Um menino, com voz tímida e olhar de admiração, pergunta ao pai, quando este retorna do trabalho: - Papai! Quanto o Senhor ganha por hora?


O pai, num gesto severo, responde: - Escute aqui, meu filho! Isto nem tua mãe sabe. Não amole! Estou cansado.


Mas, o filho insiste: - Mas, papai, por favor... Diga quanto o Senhor ganha por hora... A reação do pai foi menos severa, e respondeu: - R$3,00 por hora.


- Então, papai, o Senhor pode me emprestar R$1,00? O pai, cheio de ira, e tratando o filho com brutalidade, respondeu: - Então, esta era a razão de querer saber quanto eu ganho? Vá dormir e não me amole mais. Estou cansado!


Já era noite quando o pai começou a pensar no que havia acontecido e sentiu-se culpado. Talvez, quem sabe, o filho precisasse comprar algo. Querendo descarregar sua consciência doída, foi até o quarto do menino e, em voz baixa, perguntou: - Filho... está dormindo? - Não, papai. Respondeu o sonolento garoto. - Olha, aqui está o dinheiro que me pediu.


- Muito obrigado, papai! Disse o filho, levantando-se e retirando R$2,00 de uma caixinha que estava sob a cama. - Agora já completei! Tenho R$3,00! Poderia me dar agora uma hora de seu tempo?


Se você não tem um filho, pense em alguém que você ama...

Jéssica Ribeiro e Lorena Sousa

5 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Siga à frente!

A dor é o adubo que faz crescer em nós a produção evolutiva. O arado que rasga o seio da terra é que permite a colheita abundante. E as lágrimas fertilizam nosso coração tornando possível um progresso

Bom dia!

Não se irrite contra aqueles que o caluniam!

Assim seja

Acorde, se ame, se cuide, se vista com a sua melhor versão e seja feliz!

Acessibilidade

Avaliação Institucional

Regimento Interno

Alunos Certificados

Vestibular
Indique um Amigo
Reingresso
Financiamento Estudantil
Adote uma Família