top of page

Parceria entre UNEB e Sudesb rende medalhas em campeonato de tiro com arco

A parceria firmada entre a UNEB e a Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), vinculada ao governo estadual, está obtendo resultados positivos na área esportiva.


O mais recente êxito foi a conquista de medalhas de ouro e bronze no Brasil 2023 Tiro com Arco – 16º Campeonato Brasileiro, realizado em Águas de São Pedro (SP), nos dias 17 a 23 de julho.


No último dia 31, o professor Gregório Benfica, do curso de Educação Física do Campus II da UNEB, em Alagoinhas, e o secretário especial de Relações Interinstitucionais (Seai) da universidade, Ricardo Moreno, reuniram-se com diretor-geral da Sudesb, Vicente Lima Neto, para apresentar esse triunfo e discutir futuros projetos.


O evento, que foi organizado pela Confederação Brasileira de Tiro com Arco (Brasil Arco), Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) e Associação dos Arqueiros de Campinas (Acamp), teve a participação dos atletas Gregório Benfica (UNEB) e Gláuco Themoteo (Escola de Tiro com Arco Diana), que integraram a equipe Master da competição, representando a Universidade Aberta à Terceira Idade (Uati), projeto extensionista da universidade.


“Apesar de todas as dificuldades, nada impediu o apoio da Sudesb e o empenho de nossos atletas da Uati-UNEB-Diana, que arcaram com custos extras e obtiveram os honrosos quinto lugar no estilo Barebow, para atletas acima de 50 anos, e o terceiro lugar no Recurvo Olímpico, para atletas com mais de 65 anos”, contou Gregório.


Segundo o docente, a Bahia se fez representar também pela equipe de adolescentes do projeto Escola de Arquearia Zeferina, também apoiada pela superintendência e pela Federação Baiana de Arco e Flecha (FBAF), a qual obteve o primeiro lugar na competição individual Sub-15 do estilo Barebow, com o atleta Emanoel Assis.

Adolescentes da equipe baiana também se destacaram no campeonato; Emanoel Assis (à dir.) conquistou 1º lugar.




Projeto Além

No encontro com o diretor-geral da Sudesb, os representantes da UNEB destacaram os bons resultados ao lado da Escola de Tiro com Arco Diana e o apoio da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) e do colegiado do curso de Educação Física do Campus II da universidade, além da parceria com o órgão estadual.

“Essa soma de parceiros e apoios tem propiciado as condições necessárias para a realização do Projeto Além (Arquearia Lúdica, Esportiva e Meditativa), do qual sou idealizador e gestor”, disse Gregório Benfica.


O Projeto Além, informou o docente, realiza a formação de atletas e instrutores de arco e flecha, na modalidade de curso de extensão, englobando tanto estudantes do curso de Educação Física da UNEB como pessoas externas à comunidade acadêmica.

“Esse esforço de formação de multiplicadores em breve estará possibilitando não apenas mais conquistas esportivas para a instituição, mas também, e principalmente, a expansão do atendimento aos estudantes, aos idosos da Uati e a PcDs (pessoas com deficiência) de nossa comunidade, proporcionando uma prática esportiva e lúdica integrada que trás benefícios comprovados na manutenção e desenvolvimento da saúde física e mental”, destacou Gregório.


De acordo com o professor, “o Projeto Além, neste segundo semestre, estará se articulando com os campi da UNEB no interior do estado que possuem curso de Educação Física, para a divulgação e expansão da prática do arco e flecha na Bahia, abrindo, assim, um novo mercado de trabalho para nossos formandos, tanto em clubes como em academias e instituições educacionais”.

“Mais do que trabalho e renda, em um mercado praticamente inexplorado, o arco e flecha, com a nossa metodologia integrada, é uma ferramenta de saúde física e mental. Proporciona o encontro com nós mesmos, com o outro e com o nosso meio ambiente. Somos premiados com saúde e autoconhecimento e, para quem desejar, eventualmente medalhas em competições”, concluiu Gregório após a reunião.

Texto: Gregório Benfica/Campus II, com edição da Ascom. Fotos: Divulgação.

7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page