conteúdo da página

Desejo

Distrações. Remédios. Sessões. Tudo para tirar da minha mente o desejo. "De quê?", você perguntaria. Bom... da morte.

Eu canto alto músicas tristes, sussurro minha felicidade – as vezes nem eu mesma escuto –, rimo versos que nem funcionam juntos e finjo que sei vencer o mundo. Me tornei prisioneira do abismo que em meu peito se fez profundo. Meu coração atrofiou bem rápido, só me restou esse trapo vagabundo. Mas pra quê?

Eu só corro, leio e choro. Repito uma e mais uma vez. Eu sorrio, me sento e conto de um até três. Me escondo em armadura de titânio e fujo de todos vocês já que num estalar de dedos me dariam as costas e não os culpo porque sei que é a covardia que me assombra e me força a ser desse jeito, sou pedaço cansado de tristeza pelo qual todo mundo (por 5 minutos) tem um certo apego. Sou uma história separada, com acontecimentos que são só os mesmos. Me finjo de morta e me prendo no quarto, mas isso só me é desejo.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

As coisas

As coisas não acontecem como a gente quer. Nem mesmo como a gente não quer . As coisas nunca pedem a nossa opinião.

visão

Veja alem do que você quer para conquistar o que desejas ,não tenha medo do que veras no caminho pois o mesmo sustenta seus torcedores contrários.

Recomeçar

Cada final é um começo de uma nova jornada, por isso não se frustre por términos,temos um mar gigante á nossa frente, essa será uma nova possibilidade de novos projetos ,novas pescarias, novas respons

Acessibilidade

Avaliação Institucional

Regimento Interno

Alunos Certificados

Vestibular
Indique um Amigo
Reingresso
Financiamento Estudantil
Adote uma Família